Página Inicial / Análise / Análise Horizon: Zero Dawn

Análise Horizon: Zero Dawn

Análise Horizon: Zero Dawn

Horizon: Zero Dawn foi lançado em 28 de Fevereiro exclusivamente para Playstation 4 e é um RPG de ação em mundo aberto. A nova IP da Guerrilla Games foi anunciada na E3 de 2015 e muitos ficaram em dúvida se o estúdio que produziu a fraquíssima franquia de FPS, Killzone, conseguiria mesmo produzir um jogo de RPG em mundo aberto. Eu mesmo sempre fiquei com o pé atrás com este jogo, mas será que ele me surpreendeu? Vamos a análise!

A História

A História de Horizon: Zero Dawn é bem intrigante. Controlamos a personagem Aloy, uma menina exilada de sua tribo e que vive com seu mestre, Rost, também um exilado em um futuro pós-apocalítico em que a natureza tomou o controle da Terra e temos nada mais, nada menos, que dinossauros robôs andando pelo planeta. O que aconteceu neste mundo para que a humanidade vivesse isolada em tribos e as máquinas dominassem este mundo? Bem, ai cabe ao jogador descobrir conforme avança no jogo.

A história de Horizon: Zero Dawn de maneira geral é boa, mas existem momentos em que ela peca por ficar bem maçante. Durante alguns diálogos temos a opção de escolher várias opções para aprendermos mais sobre alguns detalhes da história, bem no mesmo estilo de The Witcher. Em certos momentos do jogo, irá aparecer 3 opções de diálogo para decisão, sendo as três opções: raiva, lógica e compaixão, dependendo da opção escolhida, teremos um desenrolar diferente nesta parte do jogo, mas que nada altera a historia final.

Explore o Que Puder

O mapa de Horizon: Zero Dawn é bem grande e nele temos bastante coisas para fazer, desde as missões principais que são obrigatórias, até sidequests, limpar território de bandidos, caçar os dinossauros robôs, etc.

Algumas sidequests do jogo expandem o universo de forma satisfatória, porém tem muitas sidequests que são bem chatas de se fazer e acaba ficando massante demais, nesse ponto a Guerrilla pecou no jogo.

Tem certas missões para eliminar todos os bandidos dos acampamentos que também não é muito legal, fazer esse tipo de missão 1 ou 2 vezes até que vai, mas depois você acaba nem ligando mais pra eles.

Existem também outros tipos de missões como um campeonato de caça, ou então missões que você aprimora suas habilidades para hackear os dinossauros. No começo você não consegue controlar nenhum tipo, porém, depois de uma certa missão, você já consegue domar os tipos mais fracos, e conforme for fazendo essas missões, irá conseguir domar os dinossauros robôs mais fortes.

Falando um pouco sobre os dinossauros robôs, temos 24 especies deles por aqui, cada um com uma natureza peculiar e se comportando no ambiente de forma distinta. Cada um deles possui fraquezas que podem ser vistas como o uso do Foco(uma espécie de rastreador). As batalhas com os diferentes tipos de dinossauros são muito divertidas e sempre diferentes. Para ajudá-lo nesta missão você terá uma arsenal e tanto de armas diferentes a sua escolha e que podem ser usadas de acordo com a sua estratégia de batalha.

Você também pode utilizar os dinossauros para lutar a seu favor a partir de determinado momento do jogo ou então usá-lo como montaria.

Uma das coisas que me surpreendeu foi o cuidado que a Guerrilla teve ao criar os dinossauros robôs. Temos 24 deles e cada um possui um jeito de agir no mundo, suas fraquezas e pontos fortes. Fora que uma das coisas mais legais é que você pode ir destruindo os inimigos por partes e assim ir minando seu arsenal de batalha.

O Gameplay

Como em todo RPG, temos habilidades para melhorar em Aloy, que são dividas em 3 árvores de habilidade. Temo a árvore em que a Aloy é mais voltada para o combate, outra mais pro Stealth e, por último, a voltada a exploração. Uma dica é mesclar as habilidades de cada árvore, pois temos habilidades interessantes em cada uma delas.

Em Horizon: Zero Dawn devemos nos preocupar também em pegar itens espalhados pelos cenários, pois com eles conseguimos fazer flechas, armadilhas, poções e também evoluir nosso inventário de jogo. Por isso, sempre fique atento aos objetos que aparecem no cenário como coletáveis, pois serão de grande ajuda durante nossa jornada.

O combate do jogo é bem diversificado e Aloy conta com diversos armamentos para derrotar os inimigos humanos ou os dinossauros. Logo de início estaremos acompanhado de dois importantes equipamentos: a lança e o arco e flecha, companheiros inseparáveis de Aloy.

A lança é mais usado para ataque corpo a corpo e para derrubar inimigos de forma silenciosa. Mesmo tendo uma lança, o jogo não te encoraja muito a usá-la, já que para derrubar a maioria dos inimigos você estará usando o Arco e Flecha, Estilingue e outras armas disponíveis.

A diversão mesmo fica por conta do combate usando armas de longa distância, podendo fazer várias estratégias para derrubar inimigos, desde somente manter a distância e atirar flechas quando necessário ou usar armas para colocar armadilhas no chão para eletrocutar os inimigos. O combate do jogo é muito bom e a estratégia de combate é definido totalmente por você, desde quais armas utilizar a como se aproximar dos inimigos.

Gráficos e Trilha Sonora

Sobre os gráficos do jogo, o que posso dizer, bem, o estúdio Guerrilla Games é famoso por realizar muitos showcases gráficos e isso vem desde Killzone. No PS3 eles elevaram o nível gráfico com Killzone 2, e logo no lançamento do PS4 mostraram o potencial gráfico do console com Killzone: Shadow Fall, que é um ótimo showcase gráfico, porém, um péssimo jogo.

Em Horizon: Zero Dawn, o estúdio mostra porque ainda continua sendo uma das referencias quando o assunto é gráfico. Horizon é impressionante no quesito gráficos, a engine do estúdio, chamada de Decima, inclusive será utilizada no novo jogo do Kojima. Se você quer impressionar seu amigo com algum jogo, este é, sem dúvida, Horizon: Zero Dawn. O jogo tem muitos detalhes, cada ambiente é retratado no jogo de forma exuberante.

Falando em ambiente, em Horizon: Zero Dawn temos vários, que vão desde florestas, desertos, montanhas, áreas congeladas, etc. Cada ambiente é um mais lindo que o outro e só ajuda a elevar o nível da ambientação do jogo e a mostrar um pouco mais do mundo pós-apocalíptico que enfrentamos neste jogo.

A trilha sonora do jogo casa muito bem com a proposta e é muito bem executada em cada um dos vários ambientes do jogo. A dublagem do jogo está no nosso idioma e foi muito bem feita. Os dubladores escolhidos para o jogo se encaixaram muito bem nos personagens do jogo.

Uma das minhas reclamações do jogo seria com relação a animação dos personagens, a animação durante os diálogos não é bem fluída e parece muito robótica, sendo um dos pontos a melhorar em uma futura sequência, além de melhorar o nível dos diálogos, que durante muitas vezes, são bem sem graça.

Fechando!!!

Horizon: Zero Dawn superou e muito minhas expectativas, eu esperava um jogo totalmente genérico de mundo aberto e bem aquém da média, já que a Guerrilla não tinha experiência com RPGs e sempre fez jogos medianos(série Killzone). O trabalho que eles fizeram neste jogo foi muito bem feito, desde o combate, a criação do universo e os dinossauros robôs!

O jogo peca um pouco na história e em algumas quests secundárias, mas diante do tamanho do mundo que a Guerrila criou, acho isso normal, ainda mais por ser o primeiro jogo de uma nova franquia(Assim espero!).

Concluindo, donos de Playstation 4 estão com um jogo grandioso e que irá lhes proporcionar grandes experiências neste universo!

Horizon: Zero Dawn foi lançado em 28 de Fevereiro exclusivamente para Playstation 4 e é um RPG de ação em mundo aberto. A nova IP da Guerrilla Games foi anunciada na E3 de 2015 e muitos ficaram em dúvida se o estúdio que produziu a fraquíssima franquia de FPS, Killzone, conseguiria mesmo produzir um jogo de RPG em mundo aberto. Eu mesmo sempre fiquei com o pé atrás com este jogo, mas será que ele me surpreendeu? Vamos a análise! A História A História de Horizon: Zero Dawn é bem intrigante. Controlamos a personagem Aloy, uma menina exilada de sua…

Notas

História - 8.5
Jogabilidade - 8.5
Diversão - 8.5
Gráficos - 10
Som - 9

8.9

Ótimo

Horizon: Zero Dawn foi lançado para Playstation 4 em 28 de Fevereiro de 2017.

User Rating: Be the first one !